fbpx
Como ter uma noite mais iluminada?

Como ter uma noite mais iluminada?

Como aproveitar os momentos de sono para o crescimento interior?

Vamos falar agora sobre os sonhos e o mundo astral de uma maneira geral, mas pra entender como esse aspecto de nossa vida funciona, vamos pelo básico: o que muda em nós quando estamos no modo “dormindo” e no modo “acordado”?

A resposta é bastante simples: quando estamos em estado de vigília, nossa parte mais sutil e espiritual está incorporada em nosso corpo físico, de maneira similar a uma mão quando está dentro de uma luva.

A luva é nosso corpo físico e energético (estes são inseparáveis). A mão é composta de nosso corpo astral-mental, mais nossa essência.

Quando adormecemos, os corpos inferiores (físico e energético) permanecem na cama, enquanto a parte superior se desloca até o mundo dos sonhos, ou mundo astral.

Lá temos a oportunidade de viajar, conhecer, aprender, reencontrar pessoas… enfim, são possibilidades infinitas. Mas em nossa cultura hoje, como a espiritualidade não faz parte do conhecimento das massas (aliado ao fato de que somos seres espiritualmente adormecidos), faz com que o processo de dormir e viajar por regiões mais sutis não seja compreendida por pura falta de informação.

Por isso, por desconhecer o processo, o que se vê comumente no mundo astral são pessoas fazendo basicamente o que fazem aqui, no “modo acordado”: vemos o funcionário de escritório desempenhando as mesmas atividades que faria quando acordado, vemos o pedreiro em sua obra, e a dona de casa cuidando do lar. Ou seja, comumente as pessoas repetem a mesma rotina daqui, simplesmente pelo fato de não terem consciência de que temos uma vida dupla e multidimensional.

Esse é o conceito chave pra entender os sonhos e o sono, e como aproveitar melhor essa realidade.

Vamos começar nossa preparação pelo mais simples: as duas horas antes de dormir são quando nosso sistema começa a se ajustar pra viagem da noite. Por isso, se durante esse período existe briga, preocupação, desentendimento, falamos sobre nossos problemas, assistimos bobagem na TV (incluindo filmes de guerra ou de terror), ou fazemos qualquer coisa que altere nosso ambiente emocional, a tendência é que a gente se desloque ao plano astral e carregando a mesma frequência com que operávamos aqui (lembre que a vida “lá” é uma extensão da vida “aqui”).

Por isso algumas pessoas sonham com seus desafetos, tiram satisfação com pessoas com quem se ressentiram, brigam… se estávamos assistindo um filme de terror, nos deslocamos a planos de realidades compatíveis com aquela frequência e, possivelmente, amplificando nossos medos e pesadelos.

Nossos sonhos, portanto, nos dizem muito sobre quem somos, nossos pensamentos comuns, nossa frequência, o que sentimos na maior parte do tempo…

Mas você já ouviu falar de pessoas que dizem que “não sonham”? Vamos corrigir isto: existem pessoas que lembram das suas noites e viagens, e outras que não – apenas isso! Sonhar, todos sonhamos.

Claro que quando fazemos no plano astral a mesma coisa que fazemos aqui, numa repetição inconsciente, dificilmente vamos perceber a diferença, ou mesmo questionar onde estamos.

Vamos procurar entender isso mesmo: se nem todos lembram o que almoçaram ontem, ou o que fizeram na semana passada, lembrar de experiências do plano dos sonhos fica ainda mais distante, principalmente quando não temos conhecimento dela como experiência real, e portanto não nos preparamos para vivê-la. Como tudo na vida, ter a mentalidade correta faz toda diferença.

Vamos falar então sobre qual é o melhor estado pra aproveitar estes momentos.

Sabendo que temos uma oportunidade infinita de aprendizado, e que estes planos serão visitados por nós dependendo unicamente de nossa frequência pessoal (isso não é opcional!), manter a melhor postura mental-emocional é fundamental.

Por isso, antes de dormir, comece sempre com uma oração.

Orar é entrar em contato com o Divino dentro de você, é um canal de comunicação direta entre os humanos e o plano divino. Por isso, pedir por Luz, consciência, esclarecimento, conhecimento ou alguma informação que auxilie em nosso crescimento é sempre válido e muito bem vindo!

Imagine que você tem um problema de trabalho, de saúde, ou de relacionamento: aproveite o sono pra pedir por orientação. Mas tem um outro segredinho: além de pedir, programe-se para receber o que está pedindo!

Ao programar-se, você está informando a sua mente (consciente e inconsciente) pra estar aberta e receptiva pra receber aquilo que você busca. É como deixar a porta aberta pra ter contato com as forças superiores que podem nos trazer o esclarecimento ou as visões que são necessárias para nosso momento evolutivo.

Se não sabemos o que pedir ou programar, “apenas” estar aberto apenas para Luz e Sabedoria já são uma ótima forma de interagir com esta dimensão (entregar na mão do Divino o que precisamos também é um ato de fé!).

Estes são pequenos ajustes que fazemos antes de adormecer. Mas tem um detalhe: se não fazemos nossa parte quando acordamos, podemos até receber a informação que procuramos e esquecer dela!

Pergunte-se agora: Onde está sua cabeça quando você acorda? Você abre os olhos é já salta da cama pensando nos problemas? Ou acorda com um despertador barulhento e precisa correr para desliga-lo?

Pra que a noite seja realmente proveitosa, precisamos organizar o antes e o depois!

Quando estamos saindo do corpo, existem algumas sensações comuns: sentir-se maior, inflado, formigando… e algumas pessoas até passam pela “catalepsia projetiva” (quando estamos a meio caminho entre os planos físico e astral). Sair é importante, é quando nos preparamos pra viajar tirando da mente os problemas comuns como família, trabalho, crise, dinheiro…

Se isso é difícil pra você, existe métodos bem simples pra ajudar: permaneça atento em sua respiração, por exemplo. Sinta e inspiração e expiração, e solte com o ar seus pensamentos e preocupação. Ou ainda você pode sentir seu cardíaco, no meio do peito, e adormecer sentindo as batidas do coração, o calor, as sensações…

Claro que isso é algo que precisa de algum treino (como tudo na vida), mas aproveite estes momentos preciosos pra isso! Nós precisamos começar em algum lugar, não é mesmo?

E enquanto você está nestes instantes de silêncio, mantenha sua consciência gentilmente direcionada para o esclarecimento ou a Luz que está buscando.

Mas o momento do retorno também é crítico – principalmente se estamos acostumados a acordar aos pulos! Por isso, uma dica muito valiosa pra resgatar as memórias da noite é: quando acordar, não se mova – se possível, nem um dedo! Acorde, abra os olhos e constate onde você está, e sem se movimentar, permita que as imagens dos sonhos regressem naturalmente.

Quando retornamos ao corpo denso, estamos ainda impregnados da astralidade de nossas viagens. E ficar imóvel é uma forma de permitir o download destas informações em nosso cérebro físico – é similar ao que fazemos todos os dias na internet! É preciso então estar receptivo, imóvel, e trazer não apenas as imagens dos sonhos, mas também a SENSAÇÃO que os sonhos estavam nos produzindo – essa é a sensação da astralidade a que me refiro!

A maneira sábia é sempre abrir os olhos, trazer as imagens e sensações, conectar-se a elas, e permitir que elas nos conduzam com o fio de um balão. Esta sensação é muito peculiar, aprenda a senti-la, a reconhece-la, e deixe que ela o guie em suas últimas lembranças. À partir daí, fazemos uma retrospectiva mental, como se estivéssemos rebobinando um filme, ou seja: do momento em que acordamos para traz. Com alguma prática, podemos retornar até o momento de adormecer (mas não fique chateado se isso não acontecer nas primeiras semanas!)

Bem, estas são maneiras simples de abrir nossa consciência para os primeiros vislumbres do espaço astral. Embora simples, esta fase inicial não pode ser ignorada – a menos é claro que você queira continuar desperdiçar seu tempo, ou sonhar bobagens, ou ainda não recordar por que ambientes está viajando! Deslocar então a intenção pra algo mais elevado já é suficiente pra mudar a forma como encaramos nossos sonhos, e portanto, nos resultados que eles podem nos trazer!

Agora me conta: você já conhecia este assunto? Tem alguma dúvida que gostaria de esclarecer? Conta pra mim de que forma este assunto é importante pra você!

Como ter uma noite mais iluminada?
Técnicas simples pra ter bons resultados em sua projeção astral

Hoje vou ensinar duas técnicas extremamente simples, mas com excelente resultado, pra você se tornar consciente em seus sonhos e Read more

Como ter uma noite mais iluminada?
Vingadores, Hercules e a Jornada do Herói

Os heróis modernos diferem muito pouco dos heróis da antiguidade: todos são apenas retratos arquetípicos da grande busca humana, daquilo Read more

1 comentário em “Como ter uma noite mais iluminada?”

  1. Pingback: Técnicas simples pra ter bons resultados em sua projeção astral | Reconexão Interior

Comente!

Rolar para cima