fbpx
Pare de buscar a perfeição, você tem direito de errar!

Pare de buscar a perfeição, você tem direito de errar!

Quantos de nós não fomos criados, crescemos (eu diria que 99,9% neste planeta) acreditando que precisamos fazer bem feito, que precisamos ser melhores, ser bons e não podemos errar porque, se erramos, estamos cometendo uma infração e deixando de “parecer” que somos bons!

Eu estou aqui hoje justamente para te dizer que errar faz parte do nosso crescimento.

Quantas vezes não olhamos pra trás, pro nosso passado – recente ou há anos atrás – e percebemos que erramos e ainda nos culpamos por isso!?

Olhe sim para seu passado, observe o que você fez e quais foram suas consequências – pois é uma lei deste mundo, lei de ação e reação – porem estas consequências nos mostram se nossas atitudes e vontades foram boas – trouxeram resultados positivos – ou se ainda precisávamos amadurecer naquela ideia, naquela ação e aprender com ela, então hoje olhamos e percebemos que não foi tão bom assim, sua consequência não foi tão boa quanto esperava!

Quando olhamos para nosso passado, buscando o que aprendemos com nossas atitudes é muito bom, porque isso nos acrescenta.

É como dizer que uma casa só é bonita e perfeita quando já está pintada. Mas e o antes disso, a fundação, a sujeira toda que acontece quando estamos construindo? Isso não conta, não tem valor, é feio??

Nossos aprendizados são exatamente como a construção de uma casa: para que em algum momento esta casa fique bonita, aconchegante, apreciável, antes é preciso a sujeira, o barulho. Vai ter que quebrar, amassar, bater…. vai fazer uma bagunça imensa pra então a casa ficar bonita!

Nós somos assim, nosso aprendizado e crescimento interior se faz no dia a dia e sim… vamos errar e não adianta se culpar. Porque a culpa é a mente aproveitando o que você fez pra te manter preso no lugar onde você está.

Agora quando fazemos algo, tomamos uma ação, pensamos sobre alguém e percebemos que poderia ser diferente e aprendemos com isso – ótimo!

Mas se vem estes pensamentos e percepções e permitimos que a culpa entre, permeie estas percepções, o que está acontecendo não é crescimento, mas sim é a própria mente atuando, nos amarrando, nos mantendo no mesmo nível e não amadurecemos, não há crescimento! Ficamos remoendo aquilo, muitas vezes por anos…

A culpa machuca, traz doenças, afasta pessoas, tira oportunidades…

Mas se olho para trás e observo meus erros – afinal somos humanos temos a mente, o ego (desejos e aversões) e isso nos prende! – olhamos com sabedoria e percebemos: “puxa, errei, eu podia ter feito melhor naquele momento, fui medíocre na minha ação, na minha palavra, na minha atitude interna”, e aprendemos com isso, efetivamente damos atenção a aquele aprendizado e não permitimos que entre a culpa, o remorso, aquela vontade de se machucar que a mente trás, então crescemos, amadurecemos.

E te dou certeza de que quando a gente olha pro nosso passado, para as coisas que poderíamos ter feito diferente com este olhar de “ onde estou crescendo, qual o significado desse resultado que não foi bom pra mim, o que estou aprendendo com isso!?”, nosso trabalho espiritual, nosso crescimento pessoal se acelera e muito, porque paramos de ficar amarrados, de pisar em areia movediça – com pensamentos como: “oh, eu não devia ter feito… oh, pq eu fiz… oh, mas e se eu tivesse feito diferente…” – remorsos e culpas que não nos levam a lugar algum, apenas ficamos patinando no mesmo lugar. Acreditamos que estamos nos autoconhecendo, crescendo… e o remorso ali… consumindo! Você estará se auto mutilando internamente, se machucando!

Solte suas culpas, solte o medo de olhar para seus erros, solte o medo de errar agora…

Como saberá que está certo se não fizer?

Como saberá o resultado se não arriscar?

Busque fazer do seu dia, de cada segundo do seu dia, o seu grande aprendizado.

É aí que crescemos, não lendo livros e fazendo teses sobre espiritualidade, nem meditando 24 horas no dia que vamos crescer (em consciência), tudo isso ajuda? Sim!

Meditar ajuda? Muito, é onde vamos perceber que podíamos ter feito mais!

Mas é no seu dia a dia, no aqui e agora que você compreende que é capaz de fazer melhor. Aquela informação fica gravada, se torna um aprendizado, um conhecimento.

E na próxima oportunidade que tiver de cometer o mesmo “erro” do passado, como já amadureceu, poderá fazer diferente e você irá se superar!

E a sensação de se superar é muito boa e indescritível, ela nos fortalece internamente e nos dá mais ímpeto para seguir este caminho do autoconhecimento – que não é difícil!!

Quem acha difícil é justamente a culpa, o medo, a raiva, a tristeza, a insegurança, a solidão, coisas da mente, nosso ego.

O autoconhecimento é divertido, basta saber lidar com o aprendizado no dia a dia, ele é científico, basta você querer ser cientista de você mesmo, ser químico das suas emoções! É muito prazeroso!

Eu te convido a conhecer o verdadeiro autoconhecimento a partir de agora!

Olhe para tudo o que você já fez, com o olhar da curiosidade, olhar da criança e observe: onde eu poderia fazer melhor, como eu poderia fazer diferente, melhor? E faça!!! É simples assim!!

Um abraço no coração J

Pare de buscar a perfeição, você tem direito de errar!
Transforme problemas em OPORTUNIDADES!

Vamos hoje desenvolver um novo ponto de vista, uma mudança de percepção – e quando mudamos a forma como percebemos Read more

Pare de buscar a perfeição, você tem direito de errar!
O Poder da Autodisciplina

Disciplina é a força por traz do caminho do despertar, porque é ela que nos leva a prática, ao constante Read more

Pare de buscar a perfeição, você tem direito de errar!
Gostou? Compartilhe:

Comente!

Rolar para cima