Faça o que tem que ser feito

Faça o que tem que ser feito

Hoje temos uma dica rápida e muito simples pra colocar ordem em nossa vida: faça o que tem que ser feito.

É isso mesmo: apenas faça aquilo que precisa fazer.

Isso é simplista demais, mas vou explicar o segredo: todos temos compromissos, responsabilidades e coisas que precisamos fazer diariamente. E muitos tem coisas que precisariam fazer, mas não fazem: seja pra melhorar a saúde, a profissão, seus relacionamentos, pra evoluir como pessoa ou espiritualmente… Ou seja, coisas que vão nos ajudar a ser alguém melhor. 

Tudo que você tem hoje é graças àquilo que você construiu, a pessoa que você é, e as coisas que já fez. Ou seja, pra ser alguém melhor, é preciso fazer mais, incluir novas atividades e rotinas. Mas pensar no novo costuma causar reações mentais de resistência, o que popularmente chamamos de “auto-sabotagem” – nossos pensamentos ou crenças negativas sobre o novo.

É quando você pensa em se alimentar bem, estudar mais, acordar mais cedo, mudar sua rotina, se exercitar, e surge aquele dialogo pronto – suas justificativas – na ponta da língua, dizendo porque você não vai fazer isso. Sempre são palavras que parecem muito reais, e que impedem a pessoa de fazer o que precisa.

Hoje, temos varias formas de eliminar estes pensamentos, existem técnicas que permitem eliminar estes sabotadores, mas tem um jeito bem direto: APENAS VÁ E FAÇA!

E qual a dificuldade de fazer isso?

Quando nós vivemos dentro de uma estrutura mental rígida (que é o comum), isso significa que estamos sendo governados pela mente – e é ela quem vai determinar o que é “bom” e prazeroso; ou “ruim” e trabalhoso; o que eu gosto e o que eu não gosto; o que desejo ou tenho aversão. Ou seja, onde existe essa dualidade, existe uma estrutura mental – mas a nossa meta é desconstruir isso, porque elas são sempre limitantes.

Por isso em nosso trabalho nós não damos a maior importância a crenças, porque entendemos que crenças negativas ou positivas são sempre o mesmo: pensamentos condicionados na mente. Trocamos grades sujas por outra dourada, mas continuamos presos.

O caminho mais simples é apenas fazer o que nos é pedido: se precisa lavar a louça, apenas lave. Se precisa varrer a casa, varra sua casa. Se precisa praticar esporte, apenas faça e deixe de pensar sobre isso, deixe de permitir que sua mente conte histórias e justifique todos os motivos pra que isso não aconteça. Apenas faça!

Interessante você saber que essa frase não é “criação nossa”: é algo que a espiritualidade tem nos “soprado” desde muitos anos. É simples e direta!

E o que nos impede de chegar em qualquer meta é justamente o monte de frases contraditórias que justificam nosso distanciamento daquele objetivo.

Se você tem algum método pra eliminar isso, pode ser usado sim. Mas enquanto não aprendemos a fazer as coisas baseados em nossa espontaneidade e leveza, seremos sempre limitados pelos ditados da nossa mente, ou dependeremos de uma técnica que nos empurre.

E isso vale pra tudo que quisermos fazer.

A Teosofia tem uma frase similar que ilustra o mesmo princípio: “elimine sua ambição, mas trabalhe como se fosse ambicioso”, ou seja, faça o que deve ser feito e não se prenda a mais nada!

O ensinamento védico tem outra forma de expressar a mesma ideia:abra mão dos frutos da ação, trabalhe mas não se prenda ao resultado das obras”.

Percebeu que todas nos levam ao mesmo lugar? Faça o que deve fazer, mas não se preocupe com resultados, que nem sempre serão exatamente iguais aos que você estava esperando: se adapte, seja criativo, seja pro-ativo. Faça sua parte e deixe que o universo completa as coisas pra você.

Quando entramos em ciclos de escassez (de dinheiro, trabalho, relacionamentos, saúde), muitas vezes isso se deve unicamente a falta de ação. Sem ação, sem resultado, mas ele deve ser sempre livre de apego aos resultados.

Vamos resumir assim: você faz a sua parte, faz o seu melhor, e sabe que quando estiver pronto, seus objetivos serão trazidos pra você. Pode não ser no seu tempo, nem do seu jeito, mas aquilo que é nosso por direito nunca é perdido.

Faça o que tem que ser feito
Pare de buscar a perfeição, você tem direito de errar!

Ninguém nasce perfeito, mas podemos nos aperfeiçoar com o tempo. Só que o ingrediente principal nesta tarefa é que antes Read more

Faça o que tem que ser feito
Transforme problemas em OPORTUNIDADES!

Vamos hoje desenvolver um novo ponto de vista, uma mudança de percepção – e quando mudamos a forma como percebemos Read more

Faça o que tem que ser feito
Últimos posts por Rafael Zen (exibir todos)
Gostou? Compartilhe:

1 comentário em “Faça o que tem que ser feito”

  1. Pingback: O Poder da Autodisciplina | Reconexão Interior

Comente!

Rolar para cima