fbpx
Técnicas simples pra ter bons resultados em sua projeção astral

Técnicas simples pra ter bons resultados em sua projeção astral

Hoje vou ensinar duas técnicas extremamente simples, mas com excelente resultado, pra você se tornar consciente em seus sonhos e projeções. E porque isso é importante?

Uma das formas mais extraordinárias e simples que temos pra aprender, e que está acessível a qualquer pessoa, é através dos nossos sonhos (e caso você não tenha compreensão clara disso que estou dizendo, sugiro a leitura do artigo anterior).

Sonhos são um portal dimensional, e como tal, apresentam infinitas possibilidades. E sabendo disso, porque não aproveitar pra  expandir nossas possibilidades e consciência?

Dentro disso, temos duas divisões: o sonho lúcido e a projeção astral. Existe uma pequena diferença entre ambos, mas de forma resumida podemos dizer que: sonho lúcido é saber que estamos sonhando, e criar coisas com base neste nível de entendimento. Já a projeção astral é algo um pouco mais elevado, onde sabemos que estamos despertos, e com isso nosso universo de possibilidades se abre ainda mais. Mas seja qual for sua experiência, qualquer uma delas vai nos dar vislumbres reais de nossa multidimensionalidade!

Já falei no artigo anterior que percebemos as pessoas no plano astral vivendo e fazendo as mesmas coisas que fazem aqui, durante o dia. E isso acontece porque elas não se questionam em que dimensão ou mundo estão naquele momento. E o fato de não se questionar, aliado a ignorância sobre o funcionamento das camadas do universo, faz com que o plano astral se torne uma mera repetição do que fazem aqui.

Compreendendo isso, temos a primeira técnica pra despertar no plano astral – e mais simples do que essa, não tem!

Funciona assim: onde você estiver, não importa o que esteja fazendo, ou quão corriqueiro seja sua rotina, se pergunte – “eu estou no plano físico ou estou no plano astral?

Feito isso, é importante parar o que estamos fazendo, colocar ainda mais atenção ao nosso ambiente, ao nosso corpo (olhar para as mãos tem excelentes resultados!), mas fazer tudo de uma espaço além da mente condicionada, com uma atenção e curiosidade que esteja ardente dentro de você! É preciso se perguntar com intenção: onde estou neste momento? Em que plano estou agora?

Observe que essa é uma pergunta que nós não nos fazemos corriqueiramente porque inconscientemente assumimos que “estou no plano físico”! Mas se compreendo que tudo que faço aqui se repete no mundo astral (afinal, sempre levamos nossos hábitos e pensamentos pra onde quer que vamos!), incorporar essa nova rotina vai também se repetir enquanto dormimos, a ponto de nos fazermos essa pergunta em qualquer lugar em que estejamos!

Mas é preciso se perguntar de forma verdadeiramente curiosa!

Além disso, olhe para suas mãos, seu corpo, olhe ao seu redor, sinta o ambiente. Procure por coisas diferentes, que fogem da realidade comum. E lembre-se que é preciso se perguntar constantemente, e estar sempre atento aos sinais (e se você ainda não percebeu, esta atenção necessária pra fazer o despertar astral acontecer é a mesma que estamos procurando para o despertar de nossa consciência!).

Mas ainda tem um último segredinho: quando se perguntar, de um ligeiro saltinho, um pulinho, um impulso pra cima, mas com A INTENÇÃO DE FLUTUAR. Não preciso nem dizer que se flutuamos, significa que estamos nos planos astrais. E se você flutuar… bem, aproveite o momento!

Vamos recapitular então: se questione frequentemente onde está, e dê um pulinho com a intenção de flutuar. Mas não adianta fazer isso esporadicamente: precisa ser constante, continuamente, e podemos ainda usar alguns lembretes pra ajudar.

Por exemplo: quando olhar para o relógio, aproveite para conferir os detalhes dos seus braços, seu corpo, suas mãos… ou quando passar por uma porta, olhe ao redor e novamente se pergunte: onde estou? Ou ainda quando encontra pessoas, ou toma agua… Ou seja, tudo pode ser utilizado como um “lembrete” pra nossa consciência acordar. Seja criativo!

Você vai perceber que conforme treina, seus sonhos sofrem uma ligeira mudança de percepção porque você está exercitando observar o ambiente com mais atenção, num estado mais amplo que o comum. E novamente, só isso já é um grande ganho!

Prática número dois pra despertar a consciência no plano astral:

Essa também é muito simples e fácil de ser exercitada, não exigindo nada de extraordinário. É considerada uma prática “indireta” pelo seguinte motivo: quando for dormir, apenas deite com a intenção de manter-se consciente (você pode concentrar-se no cardíaco como falamos no outro artigo), programe-se pra ter uma noite desperta, e durma tranquilamente.

Na sequência, acorde algumas horas depois, lá por 3 ou 4h da manhã, seja através de um despertador, ou quando for tomar água, ou ir no banheiro, ou simplesmente quando se virar na cama. Apenas acorde.

Você já percebeu que nestes momentos ficamos meio sonolentos e comumente meio absorvidos pelas imagens dos sonhos? Isso é porque estamos semi-despertos, semi-adormecidos, embebidos pela energia astral – a astralidade! E por isso, fica muito mais simples fazer o caminho de volta.

É como quando estamos tendo um sonho bom e acordamos por qualquer motivo. Quando isso acontece, basta fechar os olhos e desejar – ou sintonizar – pra logo retornamos ao mesmo sonho, dando sequência ao que fazíamos. Sem esforço. Basta intencionar, e rapidamente estamos lá! Isso é bem comum, e simples de fazer: por estar cheios da energia astral, o processo se desenrola sozinho.

Por isso é muito mais simples realizar uma projeção consciente quando acordamos durante a madrugada. Além disso, neste horário já estamos mais descansados, com a mente mais tranquila e livre dos pensamentos do dia – e isso facilita muito principalmente quem tem uma atenção ainda muito dispersa.

Lembre-se: basta acordar, abrir os olhos, caminhar ou tomar agua (se quiser), e voltar a dormir na postura que for mais conveniente. Mas permaneça atento as sensações dos sonhos, naquelas ondas energéticas que podem ser percebidas principalmente na região dos olhos (um formigamento gostoso, resultado do funcionamento da glândula pineal – a mesma sensação que ocorre quando meditamos profundamente). É importante ter o desejo de fazer a projeção, e quando perceber os primeiros sonhos, a leveza característica, a sensação suave de expansão, comece a fazer alguns movimentos energético-corporais.

O primeiro é “tentar rolar para os lados”, como se estivesse girando no eixo do seu corpo. Isso vai ajudar seu corpo astral a se deslocar do físico mais rapidamente (não se surpreenda se cair da cama astralmente!)

Outro movimento é o do “nadador”, quando mexemos braços e pernas como se estivéssemos dentro d´agua.

Mas – não custa avisar! – que se você estiver no ponto certo, não vai movimentar o corpo físico: vai mexer apenas o corpo astral. Mas talvez seja interessante avisar a esposa ou o companheiro pra ficarem tranquilos diante de qualquer movimento diferente na cama – ou até uns tapas e cutucões eventuais! 🙂 É apenas um exercício de projeção!

Outro movimento que gosto muito (e que impede tapas no companheiro) é aproveitar o mesmo momento e SENTAR-SE NA CAMA! Mas tem que ser de imediato, sem racionalizar: apenas sinta as sensações e imagens dos sonhos, e sente-se. Olhe então para seu corpo, para o quarto, levante-se e de um saltinho com a intenção de flutuar. Além disso, esse tem a seguinte vantagem: sentou e não teve resultado, basta deitar novamente e recomeçar.

Esta última pratica que expliquei (as três variantes acima, com movimentos de soltura), também tem uma vantagem bem interessante: você acordou, praticou e não teve resultado imediato. O que fazer então? Desesperar-se? Esperar a noite seguinte? Nada disso: apenas continue dormindo, e na próxima ocasião que acordar (digamos que seja umas 5h da manhã), apenas abra os olhos, relaxe, siga o fluxo para o astral, e treine os movimentos novamente. Adormeceu outra vez? Tudo bem, quando acordar pela terceira vez (talvez lá pelas 6h), abra os olhos e repita o treino. E assim, faça de cada momento que acordar durante a noite (até o momento de levantar para o dia) uma oportunidade para treinar.

Por fim: a combinação destas duas práticas (atenção durante o dia, treino quando na cama) são uma combinação altamente eficiente pra ter resultados – e eles não demoram pra acontecer.

Treine, e você vai se surpreender com a velocidade dos resultados – e falo pela minha própria experiência! É rápido, natural, e nos enriquece demais.

Bem, este é o segundo artigo sobre este tema dos sonhos e projeção astral. Você gostou? Gostaria de aprender mais? Tem alguma dúvida? Escreve pra mim, e vou saber que este assunto é importante pra você, e vou me empenhar em produzir mais material, ok?

Técnicas simples pra ter bons resultados em sua projeção astral
Como ter uma noite mais iluminada?

Os sonhos são uma porta de conexão a dimensões mais sutis da natureza. Como podemos tirar o melhor proveito deste Read more

Técnicas simples pra ter bons resultados em sua projeção astral
Vingadores, Hercules e a Jornada do Herói

Os heróis modernos diferem muito pouco dos heróis da antiguidade: todos são apenas retratos arquetípicos da grande busca humana, daquilo Read more

Comente!

Rolar para cima