fbpx
Linhas telúricas: será que você dorme sobre uma delas?

Linhas telúricas: será que você dorme sobre uma delas?

Vamos iniciar com uma história curta:

Lá pela década de 30, havia um médico que cuidava de um vilarejo, como o vilarejo era pequeno ele atendia grande parte da população.

Dentre seus pacientes a matriarca de uma família estava com câncer, que foi progredindo até que ela morreu. Anos depois, ele percebeu que a filha que passou a ocupar o quarto em que a mãe dormia (comumente, a mesma cama) também desenvolveu o mesmo tipo de câncer. E mais: isso não aconteceu numa única família isolada: era uma situação comum que pessoas da família que ocupassem o mesmo quarto de seus antecessores desenvolvessem os mesmos sintomas e até a mesma doença!

Isso lhe chamou a atenção e ele foi buscar respostas: afinal de contas, o que estava acontecendo?

Esse é o tema de hoje: vamos falar hoje sobre as linhas telúricas, um assunto que merece atenção!

Como a história acima, o conhecimento sobre as linhas telúricas ganhou maior estudo a partir da década de 30, mas elas não são novas!! É um conhecimento milenar! Porem este conhecimento ficou adormecido, esquecido e nos desconectamos de algo primordial!

Pra quem não sabe as linhas telúricas são como o sistema nervoso do planeta Terra, ou ainda o sistema energético de Gaia! Assim como nós temos um sistema energético e emitimos energia, o planeta – que é um ser vivo – também emite energia, também tem veias pelas quais correm informação!

Entendendo isso, conseguimos compreender que se tudo é energia – conforme a física quântica explica – se tudo no nosso mundo vibra em energia, o nosso planeta não tem como ser diferente, concorda?

Estas linhas telúricas – hoje com um arsenal de informações na internet, encontradas facilmente – é distribuída pelo planeta como uma teia ou uma grade. Por estas linhas são “transmitidas” informações e esta energia é distribuída por todo o planeta, se manifestando por todo espaço!

Não são nem positivas, nem negativas, nem nocivas, nem benéficas…. apenas estão sendo transmitidas!

Mas porque é importante saber sobre estas linhas telúricas, afinal de contas?!?

Quando entendemos que a energia flui do planeta também, compreendemos que estamos captando esta energia o tempo todo. Assim como a onda de rádio é emitida e distribuída pelo espaço, as energias telúricas se manifestam da mesma forma! Estão vibrando, vindo à tona, falando conosco e são distribuídas pelo espaço.

Se temos conhecimento destas linhas que se cruzam e estão transmitindo informações, podemos alterar muitas coisas na vida: melhorar a saúde, perceber e identificar se existe alguma energia que está influenciando de forma nociva nas finanças, nos relacionamentos e no nosso trabalho.

Se estivéssemos com este conhecimento mais vivos dentro de nós, estaríamos tão sensíveis a estas linhas que por onde passássemos perceberíamos quando estivéssemos em cima de uma destas linhas, próximo de uma ou em um cruzamento de energia. Mas como perdemos este “poder” com o tempo nos tornamos insensíveis a elas. Este assunto voltou a ser estudado a partir de 1930.

Se formos estudar profundamente as antigas construções, como as egípcias, maias, astecas… vamos perceber que existem semelhanças entre elas e estas semelhanças também estão relacionadas ao conhecimento das linhas telúricas. Algumas posicionadas propositalmente em cima de cruzamentos, próximos ou afastados de uma linha, como se eles “vissem” a grade telúrica ainda no projeto de construção!

Porque alinhar a elas? Esta grade energética gera energia, alguns pontos geram um canal de comunicação.

Alguns pontos nos trazem bem estar: sabe aquele cantinho da sua casa que você gosta de sentar e que tudo mundo gosta dele? Aquele lugar que sempre te deixa mais relaxado, mais tranquilo? Este é um ponto “positivo”! Pode estar emanando energia de bem estar e muitas vezes curativa! Por falta de conhecimento a gente não entende porque aquele lugar é tão aconchegante, chega a ser disputado na casa!

Da mesma forma existem pontos que nos sentamos e nos sentimos incomodados, sentamos em uma cadeira e parece que tem algo ali nos empurrando pra fora. Ou deitamos no sofá, na nossa cama e não dormimos bem, temos sensações estranhas, parece que aquele lugar não nos acolhe! E é exatamente isso, ali pode estar emanando uma energia que para seu corpo físico é nocivo!

Não é que o planeta Terra esteja expelindo toxidade, ele apenas está existindo – assim como nós! Mas existem pontos que nosso corpo físico sente bem estar e em outros ele não se sente bem!

Nós também vibramos energia, emanamos energia e da mesma forma atraímos as coisas para nós conforme o que vibramos! Seja através dos nossos pensamentos (que emitem energia), nossas emoções, nossas crenças – tudo está vibrando.  Tudo o que sentimos, pensamos, acreditamos, cria um campo eletromagnético, um campo de energia, e atrai pra nós exatamente a mesma frequência do que estamos pensando, sentindo, acreditando!

Então é comum vermos pessoas que tem uma certa vibração energética atraindo situações, com a mesma frequência que ela! Por exemplo: a pessoa se muda de casa, mas as casas onde mora sempre tem energias muito semelhantes, e a própria pessoa não percebe isso! Porque? Porque nos desconectamos!

***

O que torna um espaço mais nocivo? Como perceber que esta energia telúrica da Terra pode estar influenciando de forma negativa nosso corpo físico, nossas emoções?

Hoje estamos cercados de equipamentos eletrônicos!

O simples fato e um aparelho eletrônico – como este no qual você está me vendo agora – estar ligado, funcionando, já emite uma onda eletromagnética e que vai influenciar na onda natural do planeta. Quanto mais equipamentos ligados próximo a você, maior a interferência nociva no campo eletromagnético.

Aparelhos de celular, micro-ondas, televisão, geladeira, equipamentos que emitem um campo eletromagnéticos mais intensos, são ainda piores!

A grande dica é: pelo menos dentro do seu quarto, no momento em que for dormir, não leve celular, não tenha televisão! Algumas pessoas gostam do conforto de ter uma TV no quarto, aconselho a não fazer isso com você! Pode ser confortável por um lado, mas a energia que emana da televisão faz mal para sua saúde – não somente sua saúde física! Pode fazer mal para seu sono “simplesmente” modificando a forma como você dorme e no dia seguinte você acorda indisposto e não sabe porquê! (e isso também vale para celulares!!)

Então dentro do nosso quarto – pelo menos no período em que vamos descansar – é importante não termos nenhum aparelho eletrônico, mesmo que desligados!

Pessoas mais sensíveis, quando dormem parede colada com a cozinha e do outro lado tem a geladeira ou freezer ligado, ela já tem uma noite mal dormida!

Faça um teste: sempre que passar perto da geladeira da sua casa sinta a diferença de energia no seu corpo, busque sentir o campo eletromagnético da geladeira, da televisão, do celular quando você está usando ele.

Como seu corpo se sente?

Comece a notar a diferença de quando está próximo de um aparelho eletrônico e quando está distante dele!

Agora imagina toda a energia da Terra, fluindo, funcionando e a gente desconectados disso!!!

É claro que teremos distúrbios emocionais, psicológicos, questões de saúde como: insônia, depressão, ansiedade, nervosismo, agitação… fatores que se tornaram “comuns” na nossa sociedade e que tem como reverter sabendo onde estamos dormindo, onde estamos sentando, qual a energia no meu local de trabalho, se esta fazendo bem ou não…

É fácil identificar, mas é preciso desenvolver uma certa sensibilidade. Enquanto estivermos totalmente adormecidos para esta realidade se torna mais difícil saber o que está acontecendo!

Portanto é preciso se desenvolver energeticamente, começar a sentir a própria energia do corpo, entender como ela é para saber quando há uma interferência nociva ou positiva para você!

Neste processo você vai descobrir locais que você adora estar, que seu corpo físico se sente revigorado! E aproveite, abuse destes lugares – fique o tempo que seu corpo precisar!

E também vai descobrir locais, que você nem percebia, mas te faziam mal e quando saia dali sentia-se cansado, esgotado, agitado, incomodado de alguma forma e começa a evitar estes campos!

A grande questão é: podemos evitar, resolver ou curar estes campos que consideramos nocivos para nosso corpo?

Curar não! Afinal é parte do planeta, não há nada de errado com isso!!!

É como se você me pedisse para parar o vento!! Não tem como!!!

Ou se eu te pedisse para viver sem respirar – também não dá!!

Porque faz parte do fluir da vida, faz parte ter estas interferências energéticas. Temos é que saber lidar com elas!!

Tem como melhorar? TEM!!

Tem como evitar? TEM!!

Tem como harmonizar? SIM!!

Primeiro passo é termos o conhecimento, porque então começamos a nos desenvolver, a ir sentindo os espaços, onde estamos caminhando, em que locais estamos entrando, onde me faz bem e onde me sinto desconfortável e evitar!

Tem como harmonizar? Sim, o feng shui é ótimo nisso, as vezes você põe uma planta, uma pedra, um cristal, uma fonte de água em determinado local vai ajudar a fluir melhor a energia ali. Existem “macetes”, magiquinhas (rs) que podem ser feitos para auxiliar em alguns espaços!

Mas o mais importante de tudo é entender que tudo é um movimento de atração e se estamos em desarmonia interna vamos atrair locais e situações desarmônicos também!

Através da radiestesia podemos identificar se a desarmonia está partindo de nós ou se está vindo de fora e quais aspectos são possíveis serem organizados, harmonizados, o que é preciso fazer para que você se sinta melhor!

As vezes mudar a cama de lugar já traz melhorias no sono, muda a saúde da pessoa. Porque muitas doenças estão intimamente ligadas a estar dormindo em cima de uma linha telúrica nociva para nosso corpo. (Como contei no início deste texto!)

Existem detalhes que são pequenos, mas quase mágicos e que sabendo utilizá-los podemos modificar o que está acontecendo na vida!

Então podemos identificar questões na saúde, na parte financeira – as vezes uma dificuldade de dinheiro tem tudo a ver com uma energia que está tirando a criatividade ou o bem estar e não consigo fazer o que é preciso – nos relacionamentos, pensamentos, sono… são infinitas as possibilidades onde podemos utilizar a radiestesia!!!

Nós precisamos conhecer o ambiente em que vivemos! Precisamos voltar a esta origem e saber reconhecer onde estamos pisando, sentando, dormindo e tantos detalhes que perdemos com o tempo!

Esta é dica de hoje para entendermos o mundo em que vivemos, tanto o Macro quanto o micro!

Mais na próxima!!

Linhas telúricas: será que você dorme sobre uma delas?
Como usar o pêndulo no dia a dia

O pêndulo é um instrumento muito simples para seu dia-a-dia, seu bem estar, pra tomar decisões mais acertadas, saber o Read more

Linhas telúricas: será que você dorme sobre uma delas?

Comente!

Rolar para cima